Dicas para economizar no seguro do carro

Dica do Mercado

Infelizmente hoje em dia não temos muita opção.

Com tanta violência, impaciência e brutalidade no trânsito, ter um carro que é um patrimônio considerável, e não ter um seguro é impensável. Contudo, sabemos que também há muitas pessoas que optam por arriscar a sorte e andam sem nenhum tipo de seguro.

Mas para aqueles que optam por ter um seguro automotivo, fazem isso por um sentimento de auto preservação e tranquilidade.

Auto preservação: pelo patrimônio conquistado que em muitos casos é um sonho realizado. Poder comprar um carro próprio.

Tranquilidade: em saber que qualquer coisa qua aconteça como uma batida, roubo, furto ou até mesmo um atropelamento estará amparado financeiramente pela seguradora.

Vendo essa flagrante necessidade e demanda por seguro, as seguradoras não facilitam em nada a vida de quem quer ter um seguro.

Pelo contrário, o aumento no valor do seguro cresce ano a ano, muitas vezes acima da inflação do mesmo período.

Mas você sabia que podem ter brechas para tentar baratear o seguro do carro? E que alguma delas são simples e podem realmente trazer algum abatimento no valor do seguro?

Leia, a baixo, nossas dicas resumidas de como pagar menos pelo seguro do carro.

(Escrevemos um post detalhando como as seguradoras montam o valor de um seguro, dá uma lida pode ser interessante para você também 😉 Clica aqui para ver o post)

Dicas para pagar menos no seguro do carro.


1º Itens de segurança pesam muito para baratear o seguro de veículos.

Alarmes e segredos automotivos

Nada como um bom barulho, bem alto, para atrapalhar e impedir que o ladrão leve seu carro. Muitos carros já contam com esse acessório de fábrica.

Se o seu veículo não tiver vale a pena colocar.

Há ainda, segredos veiculares (corta-ignição) que também são uma ótima arma contra o roubo e furto de carros.

As seguradoras sempre perguntam se o seu carro tem esses itens de segurança, não esqueça de falar que tem. Vai te ajudar no valor final do seguro.

Imobilizadores e rastreadores automotivos

O CONTRAN órgão do DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), determinou que todos o veículos saíssem de fábrica com rastreadores instalados. Mas não fixou um prazo para isso acontecer e logicamente, que as montadoras não implementaram essa “obrigatoriedade” em suas linhas de produção.

Resta a você pagar por esse serviço e contar com monitoramento em tempo real do seu carro. Solicitando o bloqueio e corte de ignição em caso de roubo ou furto.

Esse acessório pesa bastante no valor do seguro de um carro. Para vocês terem uma ideia de como isso facilita o valor do seguro, em muitos casos a própria seguradora instala esse sistema no carro.

Furto de carros

Carros com mais acessórios anti-furtos, são muito menos visados.


Vidros laminados. Trancas de volantes, pedais e do câmbio

Esses acessórios juntos com os alarmes automotivos, são os mais comuns de serem vistos em grande parte dos carros no Brasil.

Com custo muito acessível e facilmente encontrado no mercado, são ótimas opções de prevenção contra furtos. Quanto mais acessórios o seu carro tiver que dificultem o furto, mais será a chance do ladrão ir em outro carro e não no seu. Consequentemente melhor será o valor do seu seguro.

2º Ter uma simples garagem pode fazer você pagar menos no seguro do carro em até 20%.

Seu carro “dorme” na rua?

E no trabalho você tem garagem para o carro ou ele fica quase todo o dia na rua?

Essas são perguntas clássicas na hora de cotar o seguro e que fazem muita diferença no valor do seguro do carro. Pode valer a pena você arranjar um garagem para o seu carango! Além de ficar mais seguro e protegido, vai fazer uma baita diferença no seguro do seu carro.

3º Detalhes no seu perfil que podem baratear o custo do seguro.

Seja um bom motorista –

Dirija com atenção e prudência, evitando multas na carteira e sinistros. E tente usar o mínimo possível o seguro!

Preze pela sua classe de bônus! A cada ano que passa você vai ganhando mais descontos, desde que não utilize o seguro.

Veja que com 5 anos de seguro independente do carro segurado, já lhe renderá mais ou menos 25% de desconto!!! Já atendi clientes que tinham mais de 30% de desconto só pela classe do bônus.

(Dica do mercado: geralmente a cada ano que passa sem sinistro e renovando no período correto, você ganha 1 ponto na sua classe de bônus. Isso não um regra, mas em média 1 ponto vale algo em torno de 5% de desconto, que pode ser usado na renovação ou na aquisição de um novo seguro. A classe máxima é 10 pontos que deve lhe render em média até uns 50% de desconto)

(Conheça mais sobre o Autor Luiz Fernando que já vendeu mais de 2 mil veículos em anos de mercado. Clique Aqui)

Jovens condutores não devem ser o condutor principal –

Jovens adultos entre 18 e 25 anos possuem os maiores valores de seguros de qualquer outro tipo de perfil!

Jovens condutores

Dos 18 aos 25 anos de idade, é o período mais crítico para o perfil de um segurado. Nesse quesito não tem jeito… só como passar do tempo que o valor vai abaixar!


Note bem, se o seu filho vai dirigir o carro ocasionalmente, uma ou duas vezes por semana, você pode colocar ele como condutor eventual na sua apólice. Mas se ele dirigir o carro mais de três dias na semana, mesmo que seja só para ir para a faculdade. Não faça isso! Coloque ele com um condutor principal.

Se ocorrer um sinistro e a seguradora descobrir que quem usava o carro mais vezes era o jovem, você terá muita dificuldade de receber o seguro.

Nunca minta ou omita nada no seu perfil para ter descontos no seguro –

Seguradoras farão de tudo para tentar pegar alguma brecha no sinistro, e se eles acharem… Vai ficar bem difícil você conseguir receber o seu seguro.

Na grande maioria dos casos termina na justiça e nem sempre o segurado leva a melhor. Portanto leia atentamente sua apólice veja claramente o que está coberto e o que não está coberto. Tire todas as suas dúvidas e aja com honestidade na hora de preencher o seu perfil.

Mentiras que podem parecer bobas, como dizer que o carro tem garagem, e não ter. Pode literalmente impedir que você receba o seu seguro, e mesmo indo na justiça, em muitos casos também não consegue.

Pense sempre dessa forma:

Falar a verdade e dizer que não tem garagem pode aumentar o seguro em 20% ou 25%.

Isso dá numa apólice de por exemplo: R$2.000,00, entre R$400,00 e R$500,00 a mais. Agora veja, se por acaso você tiver o carro furtado na rua onde você mora ou trabalha e tiver informado no seu perfil que de fato não tem garagem e que o carro vai ficar na rua. Você ficará tranquilo e muito provavelmente o seguro não vai dificultar o pagamento da apólice, porque você falou a verdade.

Agora se você mentiu para ter o desconto no valor, não há dúvida que a tensão será presente até o momento do seguro pagar ou não o valor da apólice! Pense duas vezes antes de mentir ou ocultar informações sobre o seu perfil!

4º Entenda o que é uma franquia do seguro de veículos, ela pode ajudar num valor menor.

Franquia é um valor mínimo de conserto pré definido e estipulado na apólice. Onde você tem que entrar com dinheiro para o conserto do seu carro, como uma co-participação com a seguradora. Note que, quanto maior a franquia menor o valor do seguro, e logicamente, quanto menor for a franquia maior será o valor do seguro.

(Dica do Mercado: franquias não são cobradas em perdas totais, danos a terceiros, no uso de algum serviço de guincho ou carro reserva. Ela entra somente no reparo e conserto do seu carro)

Vamos para um exemplo:

Supondo que você tem no seu contrato a franquia obrigatória, que é um valor pré definido e vária de acordo com o modelo de veículo. Aqui nesse exemplo vamos supor que o valor seja de R$2.500,00.

Agora imaginamos que ocorreu uma batida pequena e que o responsável foi você. O primeiro passo a se fazer, é levar o carro para um oficina credenciada da seguradora (ligue para a seguradora e pegue a lista de oficinas credenciadas) tanto o seu quanto o do terceiro e avaliar o gasto com o conserto e reparos.

No orçamento o conserto do seu caro não chega a R$2.500,00.

O que acontece?

(Dica do mercado: Lembrando que o carro do terceiro a cobertura é integral e você não pagará nada, independente do valor do reparo)

Como a sua franquia é de R$2.500,00, não adianta nem acionar o seguro, porque o valor não chegou no mínimo da franquia da sua apólice. O que resta nesse caso é arcar com os custos do conserto.

Supondo que nesse mesmo exemplo o conserto tivesse ficado em R$6.000,00. Nesse cenário você poderia usar tranquilamente o seguro do seu carro, que cobriria a diferença entre os R$2.500,00 para os R$6.000,00. Ou seja, nesse exemplo você pagaria o valor de R$2.500,00 e o seguro o valor de R$3.500,00.

Onde entra o macete na negociação da franquia para diminuir o custo do seguro.

Franquia de seguro para carros

Franquias de seguro para carros é uma co-participação do segurado com a seguradora. Quanto maior a franquia menor o seguro, e vice-versa.


Tá claro que numa batida você provavelmente pagará alguma coisa. Exceto se você contratar a franquia isenta, nessa modalidade você fica isento de qualquer custo de conserto. Não são todas as seguradoras que usam esse tipo de franquia e as que fazem cobram quase três vezes mais o valor do seguro.

Vamos há algumas situações onde pode ser interessante você negociar a franquia:

Carro com uso diário intenso:

A probabilidade de ocorrer algum sinistro é grande, então para esse caso pode compensar você adquiri uma franquia menor, chamada de reduzida.

Ela é geralmente a metade da franquia normal ou obrigatória e te isenta de gastar um alto valor no conserto. Mas saiba que o seu seguro ficará mais caro uns 30%, mas isso pode ser compensado mais na frente em caso de acidentes.

Tem gente que contrata a franquia com isenção total, que é aquela onde você não paga nada. Não acho que não compensa, porque o seguro fica muito caro, ele pode até triplicar de preço! A franquia reduzida é uma opção mais equilibrada.

Carro com pouco uso ou nenhum uso:

Aqui você pode solicitar uma franquia ampliada que é mais cara do que a franquia obrigatória, mas em compensação tem um bom desconto no valor do seguro algo em torno de 20% a 30%.

Carro com pouco uso tem bem menos chances de acidentes e pode ser interessante a franquia ampliada. Lógico que para acontecer um acidente basta colocar o pé fora de casa e aí você vai gastar mais no conserto porque sua franquia tá bem alta.

Tecnicamente as franquias são divididas assim:

Franquia reduzida: cobre mais possibilidades porém aumenta o valor do seguro.

Franquia ampliada: aumenta o gastos com possíveis consertos, mas barateia o seguro.

Franquia isenta: é aquela onde você não gastará nada no conserto de um veículo, porém quase triplica o valor do seu seguro.

Franquia obrigatória: é a franquia “no meio do caminho”, nem muito alta, nem muito baixa e também deixa o seguro num valor mediano é usada em mais de 70% das apólices no Brasil.


Não use o seguro se o valor do conserto for próximo do valor da franquia.

Essa dica vale muito apena para quem tem uma classe de bônus alta que rendem descontos grandes. Se você sofreu um acidente e usar o seguro você perde a pontuação da classe de bônus e consequentemente o desconto no seguro para futuras renovações.

Vai um exemplo:

Sua franquia é de R$3.000,00 e o conserto do seu carro foi orçado em R$4.000,00.

Nesse caso você pode acionar o seguro que entrará com os R$1.000,00 restantes para fechar o total de R$4.000,00. Aí é onde você tem que ver, se vale apena acionar o seguro, e perder a sua classe de bônus, para arcar somente com R$1.000,00.

Acho que não vale apena, não é?

Deixe para usar o seguro e perder seus bônus para algo realmente caro. Agora, se você não tem ainda nenhum ponto na sua classe de bônus, tanto faz você acionar ou não o seguro nesse exemplo.

5º Escolha a cobertura ideal para o seguro do seu carro.

Você precisa de carro reserva?

Precisa de assistência técnica (mecânica ou elétrica) da seguradora?

Cobertura para pane seca?

Translado e hotel para um sinistro que ocorra fora da sua cidade de origem?

Você sabia que é possível fazer um seguro só para danos a terceiros e com direito a guincho? Essa saí muito em conta! É uma boa opção para carro velho com mais de 10 anos de uso, que tem pouquíssimo índice de roubo e furto.

Seguro de carros

Não tenha pressa em fechar o seguro. Sonde tudo que a apólice cobre e o que ela não cobre, isso evita de você ficar em apuros quando precisar do seguro.


Existem as coberturas completas que são as mais oferecidas pelas seguradoras, elas cobrem:

→ Colisão

→ Incêndio

→ Roubo

→ Furto

→ Responsabilidade civil facultativa (RCF)

→ Acidentes de passageiros, destinada a despesas médicas dos ocupantes do carro

Isso é o de praxe que todo seguro tem, mas seguradoras geralmente colocam um monte de serviços extras que encarecem em muito o valor do seguro.

Sonde bem se não há nenhum serviço extra que você não pretende usar, como hospedagem em hotel, carro reserva e etc.

Carro reserva é um dos serviços que mais aumentam o valor do seguro.

Analise bem e veja se por acaso ocorrer uma situação que você tenha que ficar sem o carro por alguns dias, o quanto tempo você poderia ficar sem carro. Se não tiver como ficar sem carro nenhum dia, nesse caso esse serviço, de carro reserva será útil.

6º Pesquise, pesquise e pesquise! Isso ajuda um bocado para conseguir um bom valor para o seguro.

Não tenha dúvida que o seguro de um carro vária muito de seguradora para seguradora!

Portanto, pegue o telefone e liga para várias empresas, mas sempre mantendo um padrão do que se está buscando.

Se você solicitar para uma seguradora uma cotação de um seguro completo, com franquia reduzida, por exemplo, mantenha sempre esse padrão para as outras. Dessa forma você consegue ter uma comparação muito mais precisa.

Corretor tem ser proativo e parceiro.

Eles são vendedores e como qualquer outro vendedor, precisam vender para ganhar dinheiro. Só que eles vendem tranquilidade e segurança.

Isso é muito importante para você e para qualquer pessoa que tenha um carro e queira fazer um seguro.

Se você já tem um corretor com quem sempre negocia e o considera atencioso e prestativo, ótimo! Mantenha ele sempre ao seu lado!

Mas se você ainda não tem nenhum corretor de confiança, exija sempre que eles falem claramente do que você está contratando. Se sentir que o corretor só quer vender pra você e ir rápido para outro cliente, sem ser atencioso e prestativo com as suas dúvidas. Esquece esse e parta para outro!

Lembre-se sempre disso: eles estão te vendendo segurança e tranquilidade para você, sua família e resguardando seu patrimônio de eventuais sinistros.


Post longo esse né?

Mas mesmo assim ainda é um resumo com as dicas mais importantes de como baratear o seguro de veículos. Se ficar alguma dúvida deixe uma mensagem mais abaixo que tentaremos te ajudar, ok?

Um abraço a todos leitores desse Blog!


Quem leu esse post também se interessou por esses:

Entenda como as seguradoras determinam o valor do seguro para automóveis

Confira os 10 carros mais roubados no Brasil

Bateu de carro? Veja o que fazer após a colisão


MercadoAvalia é o único site no Brasil feito por profissionais do mercado automobilístico.

Deixe seu comentário abaixo 😉